"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música"
Friedrich Nietzsche

segunda-feira, julho 05, 2010

Como a blogosfera detonou a SporTV no Paraguai

Site do Azenha - 5 de julho de 2010 às 11:47

por Luiz Carlos Azenha (com dicas do Stanley Burburinho e Conceição Oliveira)

Em comum, todos tem um sorriso permanente estampado no rosto. Sorriso plastificado. Nem disfarçam mais, fazendo “cara de conteúdo”. Difícil discernir entre os locutores que fazem televendas, os humoristas do CQC e os telejornalistas encarregados das coberturas esportivas. Eles estão permanentemente de bom humor e tratam o telespectador como um imbecilóide, como a criança que recém migrou do show da Xuxa para a adolescência das coberturas esportivas e que, se tudo der certo, em breve se tornará bovinamente “consumidor de notícias” do Jornal Nacional.

O mais curioso é que os mentores dessa imbecilização generalizada se alimentam de preconceitos antigos para suas “sacadas” modernosas. Nascem daí momentos imperdíveis de nosso telejornalismo, como o que o SporTV produziu sobre o Paraguai, a título de fazer uma graça. Houve, sim, um tímido pedido de desculpas (mas eles continuam pensando a mesma coisa sobre o Paraguai, só lamentam não poder dizer isso em voz alta). É produto genuinamente brasileiro, como a jabuticaba: um tele-entretenimento jornalístico que ganha dinheiro reproduzindo a própria ignorância.

PS: Um leitor do Viomundo me enviou um e-mail dizendo que havia denunciado a SporTV ao jornal paraguaio La Nación, inclusive postando no You Tube o vídeo imbecilizante da emissora. Infelizmente, não consigo localizar a mensagem para dar crédito ao internauta.


Vídeo da SporTV



Resposta de Ramonita Vera

Um comentário:

Floriano disse...

Se a imprensa não fosse o quarto poder, talvez o judiciário brasileiro gomasse uma providência e fizesse a emissora se explicar. Afinal estamos cheios de leis modernas contra o racismo, contra a homofobia, contra o preconceito religioso, etc.
Achincalhar uma nação inteira em rede nacional se enuadra onde?
Ministério Público, coragem!!!